Sites e hospedagens: o que é isso?

Em um artigo anterior abordei o que é um domínio e porque ele é tão importante para a sua presença digital na internet. Agora é hora de darmos o próximo passo: comprei o domínio, e agora?


Agora que você tem um domínio é importante criar o seu site. Site, palavra inglesa que significa local, em tradução livre, é o que o nome diz: é o seu local na internet. Tente imaginar a internet como uma grande rua. O seu site é um local nesta rua. Assim, as pessoas visitarão seu local, seja para ler um artigo, como este, ou para comprar um produto ou serviço da sua empresa. Ou, até mesmo, para entrar em contato com você.


Como uma loja física, o seu site precisa de um lugar para ficar, um lugar para que o seu visitante possa entrar, passear pelo seu conteúdo e tomar algum tipo de decisão, ou seja, comprar, entrar em contato, tirar dúvidas, ou simplesmente sair pela porta. Como na internet tudo são computadores, o seu site precisa ser armazenado em um computador ligado à internet. Este computador, chamado servidor, nada mais é que um computador com grande capacidade de armazenamento de dados e processamento, conectado à internet pública.


A hospedagem funciona como se fosse um aluguel: você aluga um pedacinho desse computador que armazenará e entregará o seu site aos seus visitantes. E esta hospedagem é o local onde as pessoas visitarão o seu site. E assim como uma loja física, o seu site tem um endereço: o seu domínio. Sim, o domínio funciona como se fosse o endereço da sua loja nesta grande avenida chamada internet.


Assim, quando o seu visitante digita o seu domínio no navegador, o navegador sabe onde achar o seu site através de um mecanismo chamado pesquisa de DNS. O DNS, do inglês Domain Name System, ou Sistema de Nomes de Domínio, em tradução livre, é um sistema que busca pelo nome do seu domínio e indica onde o seu domínio está hospedado. Pense no DNS como uma página amarela que o seu computador usa para saber como chegar ao seu site.


Site: um sistema de informação


Por mais simples que seja seu site, ele é um sistema de informação. Ou seja, trata-se de um software. Geralmente existem dois tipos de sites: os estáticos e os dinâmicos. A diferença entre estes dois tipos de site é o que orienta a sua escolha de hospedagem. Por isso é importante entender qual a diferença entre um e outro.


Sites Estáticos


O site estático foi o primeiro tipo de site que apareceu na internet. Trata-se de um punhado de documentos de hipertexto que são transferidos da hospedagem para o seu navegador. A única coisa que a hospedagem precisa oferecer para este tipo de site é o serviço de servidor web. Os arquivos do seu site são transferidos para o navegador na forma em que estiverem armazenados na hospedagem, sem nenhum processamento adicional.


Portanto, serviços como bancos de dados são desnecessários. Afinal, o site estático não precisa armazenar nenhuma informação que não seja o que já está nos documentos de hipertexto (HTML).


A principal vantagem de um site estático está na sua simplicidade, além da velocidade: todo site estático é servido ao navegador dos visitantes de forma extremamente rápida. É, basicamente, uma transferência de arquivo sem nenhum processamento adicional.


Por outro lado, a principal desvantagem é a interação. Normalmente os sites estáticos não permitem grandes interações com o seu visitante, nem a adição de conteúdo dinâmico. Claro, a tecnologia web avançou muito nos últimos anos e há sites estáticos que são incrivelmente interativos. No entanto, no geral, um site estático exige uma infraestrutura muito simples e que é, normalmente, muito barata.


Outra dificuldade com os sites estáticos está no conteúdo: para adicionar novo conteúdo é preciso intervir diretamente no código. Ou seja, é preciso editar as páginas para que novo conteúdo seja adicionado.


Sites Dinâmicos


Ao contrário dos sites estáticos, os sites dinâmicos são mais sofisticados: permitem interações, oferecem conteúdo diferenciado, permitem que novos conteúdos sejam adicionados sem a necessidade de reprogramar as páginas. Oferecem, ainda, painéis de controle que permitem ao dono do site configurar uma série de parâmetros, adicionar conteúdo sem a necessidade de programação e por aí vai.


Por ser mais sofisticado, o site dinâmico também exige uma hospedagem com mais serviços. As páginas são criadas por demanda e exigem um intérprete de alguma linguagem de programação instalado no servidor. Como o armazenamento de conteúdo é dinâmico, também é necessário um banco de dados para armazenar este conteúdo.


Assim sua hospedagem precisa dar suporte à alguma linguagem de programação, sendo Python, Javascript e PHP as mais usadas atualmente. Além disso, é preciso um sistema de banco de dados, como MySQL, MariaDB ou PostgreSQL. Obviamente, o valor da hospedagem acaba sendo superior se comparado ao da hospedagem de sites estáticos.


Concluindo...


A escolha da sua hospedagem precisa ser, inicialmente, orientada ao tipo de site que você deseja construir. Além desses conceitos, também é importante levar em conta o seu e-mail profissional: sim, você pode usar um e-mail personalizado com o domínio da sua empresa. No entanto, este é um assunto para outro artigo do nosso blog.


Agora que você já sabe como funcionam os sites, hospedagens e domínios, que tal começar a construir o site da sua empresa? A Grood.Me pode ajudá-lo, através da nossa agência de marketing digital, a Chicletemkt.


Até o próximo artigo!




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo