Por que a manutenção do seu PC é importante

Atualmente é virtualmente impossível criar um negócio sem ter um computador pessoal, ou PC. Tudo é digital: seu banco, a emissão de notas fiscais, o controle do seu caixa, emissão de boletos... Ou seja, não dá mais para operar sua empresa com um caderno. A verdade é que a quantidade de informações é tão grande que tornou-se impossível gerir uma empresa sem alguma forma de automação. E aí entra o seu PC, que tornou-se quase que uma peça essencial para o seu dia-a-dia.


Qual a idade do seu PC?


A primeira coisa a avaliar é a idade do seu PC. O tempo de vida médio para um computador pessoal é de apenas 3 anos. Com o passar do tempo, as peças mecânicas desgastam-se, em particular a unidade de disco rígido. Os PCs que usam SSD tem um tempo médio idêntico, por incrível que pareça. O SSD, com o passar do tempo, tende a queimar por uma limitação da tecnologia. O tempo estimado médio de operação de um SSD é de apenas 3 anos. Acima disso, corre-se o risco de perder os dados permanentemente.


Com o passar do tempo, outra peça importante, mas normalmente negligenciada, pode levar o seu PC a queimar: os coolers, ou ventoinhas de arrefecimento. Estas peças são motores elétricos de corrente contínua que tendem a travar com o acúmulo de poeira. E ao travar a sua máquina esquenta até queimar o processador ou a controladora de vídeo, normalmente os componentes que mais esquentam dentro do seu computador.


Não é um problema usar um PC antigo, mas é importante ficar atento ao armazenamento permanente, ou seja, HD ou SSD, e aos coolers. Se você tem um desktop, é bom abrir o gabinete de vez em quando para uma limpeza. É impressionante a quantidade de poeira que se acumula dentro do equipamento, causada pela circulação forçada de ar para arrefecimento. No caso dos notebooks, é uma boa ideia levar para uma assistência técnica para uma limpeza de vez em quando. Isso pode prevenir a queima prematura do seu equipamento.


E como as unidades de armazenamento tendem a falhar com o tempo, é importante manter um backup sempre atualizado dos seus dados. De preferência, usar algum sistema de armazenamento em nuvem, como o OneDrive, Google Drive ou Dropbox. Assim, se o seu disco falhar, seus dados estão devidamente salvos.


O seu software está atualizado?


Muita gente torce o nariz para atualizações de sistema operacional, principalmente. Demora, é pesado, a máquina fica reiniciando... Isto é particularmente chato no Windows. Porém, é uma tarefa de manutenção essencial para o bom funcionamento do seu PC.


O sistema operacional, o software que governa a operação do seu PC, precisa ser atualizado regularmente não só para correção de bugs mas, também, para correções de segurança. Se você usa o Windows, é particularmente importante mantê-lo atualizado. Por ser o sistema operacional mais popular do planeta, é também o sistema mais explorado por pessoas mal intencionadas. E por este motivo é imperativo mantê-lo atualizado, principalmente por conta das questões de segurança.


Como o seu PC contém os dados essenciais para a operação da sua empresa é imprescindível manter seu sistema atualizado e seguro. Você consegue imaginar o que aconteceria se seu HD ou SSD fossem criptografados por um malware que pede um pagamento para que você reaveja seus dados? Ou consegue imaginar o que aconteceria se as informações da sua empresa fossem parar na internet, acessível pelos seus concorrentes?


Por estas questões é importantíssimo manter tudo atualizado e em dia. A motivação é a segurança dos seus dados e a boa operação do seu sistema. Afinal, o sistema desatualizado tende a travar, perder dados...


Outra peça de software importante para atualizar são os drivers. Todo computador é um conjunto de componentes que são gerenciados por softwares especiais, os drivers. Por exemplo, o rádio do wifi tem um driver, o bluetooth, controlador USB, a sua tela... E este software também é atualizado com o tempo, para correção de defeitos, otimizações de performance. Assim, é sempre bom mantê-los atualizados para que o seu computador opere de maneira adequada.


Você é fã do Capitão Gancho?


Este é um assunto polêmico e, normalmente, sensível. Você usa software pirata na sua empresa? Bom, há uma questão legal e uma questão técnica. Do ponto-de-vista legal, trata-se de crime usar software pirata no ambiente de negócios. Não vou dissertar sobre isso pois um advogado saberá cobrir este assunto com muito mais propriedade.


Do ponto-de-vista técnico, não é uma boa ideia usar software pirata. Para chegar ao seu computador, o software precisou ser adulterado e essa adulteração pode causar problemas bem sérios ao seu PC. Em alguns casos, o software pirata vai acompanhado de algum malware, um tipo de software cujo objetivo é roubar seus dados.


Um tipo muito comum de software que costuma acompanhar as cópias piratas é o ramsonware. Basicamente, o software sequestra seus dados e exige um resgate, normalmente pago em bitcoins, para que ele libere o acesso novamente. Via de regra, o ramsonware criptografa tudo o que encontrar no seu computador. E se você usar algum drive de rede, ele criptografa tudo por lá também.


Outra justificativa para não usar software pirata é a estabilidade. Como disse, para ser pirateado o software precisa ser adulterado e isso pode causar problemas, inclusive, relacionados à estabilidade do software. E isso pode levar a perda de dados, mau-funcionamento e uma série de efeitos colaterais indesejados.


Use um anti-vírus


Um anti-vírus é essencial para o bom funcionamento do seu PC. Com um market-share da ordem de 97%, o Windows é, de longe, o sistema operacional mais atacado do mercado. Virtualmente todo vírus, worm, ramsonware, malware é direcionado para o Windows, primariamente. Assim, se você usa Windows, não custa nada ter um bom anti-vírus instalado. Isso evita dores-de-cabeça.


E se você usa um mac, a má notícia: apesar de menos frequentes, há vírus para os sistemas da Apple. No ambiente de negócios, no qual você pode usar redes que não são a sua, é importante ter um sistema de segurança extra, até mesmo para evitar acessos inadequados ao seu computador.


Limpe seu disco


Acredite: a grande maioria dos arquivos que estão no seu disco não tem utilidade, pelo menos não imediata. É muito comum o acúmulo de arquivos, o que vai tornando o seu computador cada vez mais lento. Acumular arquivos, principalmente dentro do mesmo diretório, causa lentidão no seu sistema pois a leitura dos arquivos é comprometida pela quantidade.


Uma boa ideia é armazenar os arquivos mais antigos em discos externos e retirá-los do seu computador. Sempre que você precisar desses arquivos antigos, basta procurar nos discos externos. Ou, até mesmo, em algum serviço de armazenamento em nuvem. O OneDrive, por exemplo, permite que os arquivos com muito tempo sem uso sejam apagados do seu computador, sendo mantidos na nuvem. Ao tentar acessá-los novamente, ele faz o download automaticamente para você.


Limpar o disco regularmente mantém seu computador funcionando de maneira adequada. Procure manter somente os arquivos do dia-a-dia. Os arquivos antigos você pode, tranquilamente, armazenar em um arquivo-morto.


Uma alternativa para salvar espaço no seu disco é usar a compactação de arquivos nativa do Windows, caso você utilize este sistema operacional. Basta clicar com o botão direito do mouse em cima do arquivo, depois em propriedades e, por fim, no botão Avançados.

Na tela de atributos avançados você verá a caixa de seleção "Compactar o conteúdo para economizar espaço em disco". Basta selecionar e clicar em Ok.


O bacana disso é que o arquivo continua funcionando como antes, sem a necessidade de usar algum programa de compactação de arquivos.


Porém, não caia na tentação de compactar todo o seu disco. Isso afeta a performance e pode deixar seu computador incrivelmente lento. Assim, é uma boa ideia usar esta funcionalidade, disponível há anos no Windows, com parcimônia.


Reinicie seu computador de tempos em tempos


E aqui vai a última dica: de tempos em tempos é uma boa ideia reiniciar o seu computador. Eu tenho por hábito colocar o meu PC para suspender quando termino o meu dia. No dia seguinte, ele retorna mais rápido à atividade do que se tivesse que iniciar do zero.


No entanto, é bom reiniciar seu computador do zero de tempos em tempos. Isso faz com que a máquina inicie todo o sistema, mantendo a estabilidade.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo