Diferença entre persona e público-alvo

Para o sucesso do marketing digital de uma empresa, não é suficiente ter produtos de qualidade e orçamentos de investimento. Também deve ficar muito claro quem será afetado por essas atividades.

Por isso, vamos te explicar dois conceitos neste artigo: persona e público-alvo. Esses dois elementos existem no dia a dia dos departamentos de comunicação e vendas e requerem uma cuidadosa análise estratégica para garantir que a empresa possa usufruir de todos os seus benefícios.

Quer aprender mais sobre esses tópicos? Vem com a Good.me!



gif

O que é público-alvo?


O público-alvo é um conceito bem conhecido e amplamente utilizado em marketing e comunicação empresarial. Também chamada de meta, é apenas a parte da sociedade para a qual os serviços e produtos de sua empresa são úteis. Para formar um público-alvo, é necessário considerar as características demográficas, comportamentais e socioeconômicas desse grupo. Isso inclui os seguintes dados:


  • Idade;

  • Gênero;

  • Classe Social;

  • Profissão;

  • Localização;

  • Educação;

  • Hábitos de consumo.

Porém, mesmo que você realmente analise os dados, o conceito de público-alvo é muito amplo: requer um grande grupo e não leva em consideração os dados pessoais dos consumidores, fatores que podem afetar o processo de compra e venda.

Em alguns casos, definir o público-alvo é suficiente. No entanto, se você quiser ser preciso e criar uma comunicação mais confiável, também precisará usar personas e explicaremos esse conceito ao longo do artigo.

Exemplo de definição de público-alvo

Digamos que sua empresa seja um e-commerce para maquiagem. Sendo assim, seu público-alvo poderia ser composto por mulheres, entre 18 e 40 anos, moradoras de capitais, com renda entre R$2000 e R$5000, que tenham vaidade e gostem de atualizações sobre maquiagem, beleza e moda.

Qual a importância do público-alvo?

O público-alvo é uma maneira eficaz de trabalhar com o mercado. Nesse modo, você entende o foco da sua empresa, para qual vertente de público você necessita se preocupar, e com isso, gerar seus raciocínios de venda.

Após uma empresa definir o público-alvo, é eliminado uma grande quantidade de pessoas que talvez poderiam ser impactadas por um anúncio sem se enquadrar na definição.

Dessa maneira, você otimiza o investimento da sua empresa e acaba colocando seus esforços para atingir a parcela de um público que se interessaria pelo seu produto.

Definindo o público-alvo

Para definição de seu público-alvo, é preciso considerar duas ocasiões: o público-alvo geral de sua empresa e o público de cada produto que você vende. Nessas duas vertentes, é interessante avaliar as informações descritas acima, como idade média, gênero, localização, profissão, classe social dessas pessoas e onde costumam estudar. Qual é o seu nível de escolaridade, qual é o seu hábitos de consumo etc. Quanto mais específico você for, mais precisas serão suas previsões.

O que é persona?

Por um longo período, a única maneira de os profissionais de marketing e publicidade determinarem o destino de seu anúncio era o público-alvo. Porém, com as mudanças de consumo trazidas pela tecnologia digital, uma escala menor e uma estratégia mais segmentada precisou ser desenvolvida.


Assim nasceu o conceito de persona. Se considerarmos que existem dezenas de perfis de consumidores diferentes no público-alvo, podemos dizer que a persona é o retrato de um dos perfis de clientes ideais que existem naquele grupo.

São personagens semi-fictícios que reúnem as características que os clientes podem ter. A definição não é apenas os aspectos demográficos e socioeconômicos, como no caso do público-alvo. É necessária uma pesquisa mais detalhada para compreender as características ligeiramente subjetivas desses clientes.

Podemos incluir as seguintes questões:

  • Sonhos e desejos;

  • Dificuldades que enfrenta no cotidiano;

  • Metas;

  • Medos;

  • Hobbies;

  • Quais mídias consomem;

  • Quem são suas inspirações;

  • No que acredita.

Exemplo de definição de persona

Vamos usar o exemplo do mesmo e-commerce para maquiagem:

"Gabriela tem 29 anos e é publicitária. Diretora de criação em uma grande agência de publicidade, atingiu o sucesso profissional cedo e é considerada referência entre familiares e colegas. É solteira e não perde uma balada no final de semana, e vai sempre acompanhada de seus amigos.

Adora cuidar da aparência e sua maquiagem e cabelos estão sempre impecáveis. Mesmo com todo o sucesso que todos admiram, sente medo de nunca encontrar seu par ideal. Sonha em, um dia, ter uma família, filhos e uma bela casa em um condomínio fechado.

Perceberam a diferença entre público-alvo e persona?

A importância de criar uma persona

Conhecer quem é o seu público-alvo é essencial, porém aprofundar-se em uma persona desenvolvida estrategicamente apresenta uma maior confiança em todas as ações de comunicação e vendas que serão realizadas dentro da sua empresa.

Até porque, uma persona impacta diretamente em diversos aspectos do seu negócio, e, por isso, contar com um profissional qualificado é de extrema importância para realizar um estudo de qualidade.

Quem realmente é o seu público?

Um dos benefícios mais significativos de criar uma persona é a capacidade de identificar quem é o seu público. Ao rastrear nosso público-alvo, procuramos segmentar um pequeno grupo de pessoas adequadas aos produtos e serviços que sua empresa comercializa.

Porém, em muitas empresas, apenas saber essa parcela não é suficiente. É necessário determinar com mais profundidade quais são as características mais específicas desses públicos e quais são suas necessidades, desafios e objetivos.

Com base nesse artigo, você poderá desenvolver estratégias de comunicação e vendas mais diferenciadas e direcionadas, aumentando seu potencial de competitividade e eficácia para sua empresa.


 

*Texto escrito por Victor Custódio sob a supervisão de Larissa Tassin

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo